fbpx

Qual é o Papel da Escola na Formação do Cidadão

Você já se perguntou qual é o papel da escola na formação do cidadão? Como as avaliações, socializações e ensinamentos passados em sala de aula norteiam a formação dessas pessoas enquanto cidadãos?

Não é raro termos dúvida sobre qual o real papel da escola na formação de um indivíduo e na definição de como ele atua em sociedade.

De acordo com a LDB (Lei Diretrizes e Base Da Educação Nacional), está estabelecido que é “dever da escola o compromisso de educar os alunos dentro dos princípios democráticos”. Mas que princípios seriam esses?

Para que a escola cumpra com seu dever de ensinar os alunos dentro dos princípios democráticos, se faz necessário um ambiente escolar em que esses princípios possam ser colocados em prática, ou seja, exista respeito mútuo entre todos os envolvidos no processo educacional e todas as visões e opiniões sejam valorizadas e ouvidas.

O que quer dizer, que a escola é um lugar que deve propiciar aos alunos a possibilidade de viverem a experiência de assimilar e realmente viver conceitos de justiça, respeito ao próximo e solidariedade.

De modo que todos os alunos tenham oportunidades de se desenvolverem e tenham espaço de fala e reconhecimento de suas atitudes positivas, assim como sejam repreendidos pelos seus atos incoerentes.

O que é extremamente importante para que esses alunos aprendam o valor das boas condutas e do respeito ao próximo na prática, entendendo que punições são necessárias quando algo não está de acordo com as regras.

A escola deve permitir e incentivar a troca de experiências, diálogo e acesso a cultura, de modo que cada aluno crie seu próprio senso crítico e consiga ser uma pessoa capaz de contribuir para melhorar a rotina de sua comunidade a partir de tudo que aprendeu e vivenciou na escola.

Qualidade

Para alcançar esse sucesso na formação de cidadãos conscientes de seus papéis sociais é preciso investir cada vez mais em escolas que tenham qualidade.

E isso quer dizer necessariamente que todos os profissionais envolvidos na educação precisam ser motivados e satisfeitos com suas funções, porque de nada adianta uma infraestrutura excepcional sem um educador que esteja à altura dela.

Afinal, é o professor que tem a capacidade de incentivar as diferentes habilidades de seus alunos, contribuindo para uma formação que de fato desenvolva até mesmo aquelas habilidades que o aluno sequer imaginava ter.

É o professor que incentiva e instiga sua turma a se desenvolver da melhor forma possível, além de ser um profissional que inspira e motiva aqueles que o cercam com sua motivação e conhecimentos. E por isso, é um profissional que deve ser reconhecido.

A Educação É Uma Construção

É importante também que a família compreenda que a educação é uma construção conjunta, que o jovem deve ser estimulado pela escola e também pela família.

Se a família possui uma visão muito diferente da escola sobre o que são os estímulos mais coerentes para o desenvolvimento social daquele jovem, a tendência é que o conflito acaba impactando negativamente o processo educacional.

Por isso, quando a família escolhe uma instituição de ensino, é importante estar realmente informado sobre o plano pedagógico da instituição, visando que não ocorram conflitos entre família e instituição de ensino.

Diversidade e Convivência

E por fim, não podemos deixar de considerar que a escola é um ambiente onde a criança e adolescente tem a oportunidade de conviver com pessoas diferentes.

E essas diferenças permitem que o aluno passe a entender que a sociedade é assim, um enorme plural de pessoas cheias de manias e hábitos diferentes e que conviver harmonicamente é essencial para que todos fiquem bem.

Aprendendo isso desde cedo, se cultiva a referência de que é preciso respeitar ao próximo independente de como ele é, além de outros valores que são importantes para que a cidadania possa ser praticada todos os dias.

Assim como em sociedade, toda essa pluralidade acaba eventualmente ocasionando atritos, mas que podem ser bem resolvidos na escola que é um ambiente mais acolhedor e que está realmente pronto para ensinar, o que já não acontece com aqueles que passaram por essa fase e não aprenderam, tendo que lidar com resultados de seus erros na vida adulta que é mais severa em seus ensinamentos.

Compartilhe: